Secretaria de Educação a Distância - FURG

Onde estou?

Notícias Professora da FURG participa de Audiência Pública que discutirá a Educação a Distância

Professora da FURG participa de Audiência Pública que discutirá a Educação a Distância

PDF

alt

No próximo dia 07, em Brasília, será apresentado e discutido o documento referente  às diretrizes do processo de regulação e avaliação da Educação a Distância (EaD) em audiência pública. A Secretária de Educação a Distância da Universidade Federal do Rio Grande – FURG, Ivete Martins Pinto, que participou da comissão que elaborou a proposta das diretrizes para o processo de regulamentação e avaliação da EaD,  enquanto presidente da Associação Universidade em Rede (Unirede) estará presente.

A referida comissão foi instituída em 2013 pela Câmara de Educação Superior (CES) do Conselho Nacional de Educação (CNE), sendo proposta pelos conselheiros Luiz Roberto Liza Curi (Presidente), Luiz Dourado (Relator) e Sergio Franco (CNE). Com o intuito de enriquecer os debates, foram convidados a contribuir com o desenvolvimento dos trabalhos representantes da Secretaria de Educação Superior (SESU), da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP), da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) e da Associação Universidade em Rede (UniRede).

Após vários encontros do grupo para elaborar a versão preliminar do documento, no dia 10 de outubro de 2014, ocorreu uma reunião ampliada, na qual foram convidados representantes de diversos segmentos da comunidade científica e educacional, como a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED), a Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOP), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) e a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM), entre outros, para contribuir nesta construção.

Ivete ressalta a importância desta ação do CNE na elaboração de diretrizes ao processo de regulamentação da EaD:  “este é um momento importantíssimo para a EaD em nosso país e a participação de toda comunidade científica e educacional poderá contribuir de forma significativa com esta ação do CNE”, concluiu.